fbpx

Aumentar o faturamento é uma das temáticas mais pesquisadas por qualquer um que esteja iniciando ou queira alavancar o negócio.

Seguindo essa linha, descubra agora mesmo as melhores dicas que você deve ter em mente bem como três estratégias que podem mudar os seus lucros rapidamente.

Vamos lá?

Faturamento

1 – Up-sell:

O up-sell é uma das conhecidas estratégias de faturamento muito utilizadas em lojas físicas, mas que também já ganha o seu espaço e importância no mercado online.

De maneira simples, a técnica é de baixo custo e visa o aumento do ticket de compra.

Em outras palavras, o negócio/vendedor oferece um produto de preço mais alto para o cliente, mas que possui diversos benefícios ou uma qualidade superior.

Assim, ao invés de trabalhar apenas com a venda dos produtos mais comprados, mais simples, conhecidos ou mesmo opções semelhantes, você aponta para o cliente qual seria o upgrade daquele item que ele procura.

Esse tipo de técnica de venda não acontece de maneira direta, mas indireta, através dos apontamentos do que porque o cliente deveria escolher essa opção.

Existem dois exemplos simples.

No primeiro, as companhias aéreas, que apontam as vantagens de o cliente escolher um poltrona com mais espaço para as pernas, para aumentar o seu conforto.

No segundo, a rede de fast food McDonalds, antes de finalizar a venda, oferece ao cliente a troca do tamanho da batata frita, que é maior ou tem algum complemento.

Tudo isso, por um pequeno diferencial/aumento de preço.

2 – O faturamento de um negócio tem relação com a equipe:

Um dos grandes desafios de empresas que trabalham com um grande fluxo de funcionários, está relacionado em como essa equipe atua.

Isso porque, uma única pessoa oferecendo produtos, incentivando a venda ou dando dicas não é o suficiente. Ainda que possa causar algum impacto.

Faturamento

Com isso, o faturamento está diretamente ligado nas informações e conhecimento que a sua equipe tem.

Por isso, busque capacitar os seus funcionários, seja através de cursos, palestras ou mesmo em rodas de discussão.

Essa administração de pessoas garante que todas as pessoas trabalhem em sintonia, com o mesmo objetivo.

Inclusive, se você não tem funcionários e é o único responsável pelas vendas, busque melhorar suas características pessoais para aumentar os resultados.

3 – Cross-sell:

A cross-sell pode ser considerada como uma das técnicas de venda para aumentar o faturamento mais conhecidas bem como aplicadas.

Sendo assim, o objetivo dessa estratégia é manter o produto escolhido pelo cliente, mas estimular a chamada compra inbox.

Ou seja, junto com o item escolhido, é oferecido um outro produto, que complementa o primeiro. Formando um tipo de combo.

Também voltado para o ticket médio, as lojas virtuais estão entre as que mais aplicam esse tipo de estratégia.

Não percebeu isso?

Simples, comece a navegar em alguma rede e, ao colocar um item no carrinho de compra, logo embaixo vão aparecer outros produtos, já somados com o valor e até com pequenos descontos ou mesmo uma área dizendo “clientes que compraram esse produto também levaram”.

Além disso, as lojas virtuais utilizam uma área do site onde apresentam produtos com o seguinte título: “você também pode gostar de”.

Sempre mostrando produtos que tenham algum tipo de relação, essa técnica de faturamento consegue instigar o comprador a continuar navegando e escolhendo, mesmo que o objetivo principal já esteja no carrinho de compras.

Nas lojas físicas, é comum o oferecimento de produtos ou mesmo pacotes de serviços.

Por exemplo, ao comprar um computador, o vendedor pode lhe oferecer um mouse, fones de ouvido, jogos ou programas em CD a serem instalados.

4 – Para aumentar o seu faturamento, conheça o seu público:

Faturamento: conheça seu público

Uma das dicas que não podem faltar na sua mesa de desenvolvimento e análise diário se refere às informações que você tem sobre o público.

Afinal, conhecer quem vai comprar o seu produto é a melhor maneira de saber o que está errado ou o que pode ser melhorado.

Suponha, por exemplo, que você tenha como público ou persona, adultos, do sexo masculino, que buscam soluções para carros e outros tipos de meios de locomoção.

Neste cenário, toda a sua linguagem, forma de apresentação, imagens e demais características de venda podem ou não impactar o cliente.

Ao mesmo tempo, é essencial ter em mente quando o seu público está disposto a gastar desde o início da procura de produto.

Se você sabe que o seu público tem um poder aquisitivo maior, tem chance de oferecer itens mais caros ou apostar nas técnicas apresentadas acima com maior facilidade.

Por outro lado, se o seu público tem um poder aquisitivo menor, é essencial oferecer produtos na linha dessa possibilidade de gasto.

Caso contrário, pode acabar não vendendo nada.

5 – Down-sell:

A terceira estratégia de faturamento indispensável para os negócios é a chamada down-sell.

Nesta técnica, o foco está também em oferecer um segundo item, mas sempre com um preço inferior ao produto principal.

Isso permite que o possível cliente não abandone a compra e acabe escolhendo outra opção de item.

Nas concessionárias, por exemplo, os vendedores começam a oferecer carros mais baratos quando percebem que o cliente não tem o suficiente para o produto mais caro ou aquele que o levou até ali.

Assim, ao invés de desistir e sair dali sem nada, o vendedor tenta convencer o cliente, apontando as vantagens desse segundo item. Que, em teoria, atende às suas necessidades.

Em síntese, a técnica tenta encaixar alguma coisa no seu bolso, para que você passe pelo funil de vendas e se torne um comprador.

Outro exemplo disso é quando o cliente vai até uma loja para comprar um presente, mas descobre que o item está acima do orçamento.

Neste caso, questiona sobre itens semelhantes àquele, mas que tenham um preço menor.

Na internet, isso acontece muito com a venda de cursos e e-books.

Suponha que você queira cursar ou aprender algo que um produto tem, mas o preço total é superior ao que você pode gastar.

Assim, o produtor desenvolve e oferece minicursos ou mesmo introdutórios, para que você conheça parte daquele item, pelo menos.

6 – Aprenda a oferecer o seu produto para aumentar o faturamento:

Outra dica essencial de como aumentar o seu faturamento rapidamente se refere a saber como oferecer aquilo que você.

Assim, se destacam duas questões que devem ser pensadas cuidadosamente.

A primeira se refere ao preço do produto, quando será pago, e como você apresenta esse número.

Lembrando que existem diversas técnicas de precificação eficazes, como o conhecido R$ 0,99.

Se segunda se refere ao valor daquele produto, ou seja, quando ele vale para o cliente.

Na maior parte das vezes, nessa segunda opção, é pensado os benefícios ou problemas que o produto resolve. Agregando valor ao item.

Exemplo: suponha que você esteja vendendo um celular por R$ 2 mil.

O preço é alto e você poderia apresentar esse valor parcelado ou mesmo com algum desconto para pagamentos à vista.

Já no valor, você vai falar sobre a qualidade da câmera, memórias, itens que vem junto com o produto, como um fone de ouvido, cor e demais características.

7 – Programas de fidelidade:

Os programas de fidelidade começaram a fazer mais sucesso a poucos anos, mas estão entre estratégias simples e amplamente utilizadas em todos os tipos de negócio.

Em suma, esses programas funcionam para atrair o público, reter o cliente por mais tempo e criar um tipo de relação de confiança.

Assim, o cliente pode ter um tipo de cartão ou outro método de controle, como esquema de pontos, que são ganhos a cada compra.

Com um determinado número, seja de carimbos ou pontos, o cliente pode ter algum produto de graça, ganhar algum brinde ou ter desconto em algum tipo de serviço

Geralmente, a escolha do prêmio é baseada no tipo de público que você tem, pensando em o que mais vende ou é procurado.

Importante: o prêmio deve ser algo que gere interesse, ou você pode acabar não atraindo a atenção do público.

As lojas Saraiva, por exemplo, possuem um esquema de pontos que a cada compra, de acordo com o valor gasto, fica registrado no CPF do cliente.

Ao atingir um determinado número de pontos, você tem descontos na próxima compra.

8 – Aumente o seu faturamento com bom atendimento:

Pense na seguinte hipótese: você tem a opção de escolher entre um restaurante barato, com atendimento péssimo, ou um restaurante mais caro, com o melhor atendimento da cidade.

Qual você vai escolher?

Essa é uma questão pensada diariamente por qualquer cliente, que busca não apenas a compra de algo, mas uma relação de confiança e interação com a empresa que faz a venda.

Devido ao aumento de possibilidades, já que existem milhares de lojas, o público não é mais obrigado a comprar algo onde é mal recebido.

Como resultado, empresas que não cuidam e focam no bom atendimento tendem a perder espaço no mercado.

Então, se você está pensando em aumentar o seu faturamento, comece agora mesmo a garantir o melhor atendimento possível para o público.

Entretanto, isso não significa oferecer tudo o que o cliente quer.

Mais importante que isso, é garantir o respeito para com os clientes, tanto na veracidade as informações que transmite como no oferecimento de itens que se adequem a condição financeira de cada persona.

Além do mais, o bom atendimento se refere a retirada de dúvidas, apresentação de características, disponibilidade para resolução de problemas, entre outros.

Caso queira melhorar o seu atendimento e não saiba por onde começar, uma dica é consultar o site “Reclame Aqui”, onde é possível conhecer as principais reclamações vindas do consumidor.

9 – Faça do marketing a sua melhor arma:

Entre as dicas de como aumentar o faturamento está o uso de todos os mecanismos disponíveis para fazer marketing.

Faturamento: Marketing é a melhor estratégia

Afinal, o público tem que conhecer os seus produtos e saber da existência do seu negócio para apresentar algum interesse e, mais tarde, comprar.

Pensando nesta questão, é preciso levar em conta a forma como você faz marketing.

Atualmente, o público não reage bem a propagandas agressivas, onde o foco é só dizer comprar, mas preferem uma abordagem mais sofisticada e simples.

Para isso, o ideal é sempre apresentar os seus produtos de maneiras simples, didáticas e dizendo porque o cliente deveria finalizar aquela compra.

Assim, o marketing de conteúdo é um dos queridinhos do faturamento, apresentando resultados a curto e longo prazo.

Por exemplo: você pode criar um conteúdo ou vídeo mostrando um tipo de problema comum, as dificuldades que isso causa e demais.

Em seguida, você consegue apresentar os benefícios daquilo que você vende e relacionando isso a resolução do problema que foi apresentado.

O marketing deve ser feito em todas as plataformas ou páginas que você possuir, seja um blog ou site ou mesmo redes sociais, como o Facebook ou Instagram.

10 – O faturamento depende do retorno que o cliente lhe dá:

Se você ainda tem medo de ler ou perguntar o que o cliente tem a dizer sobre você, o seu produto ou o seu negócio, há um problema aí.

Diferentemente do que muitas pessoas acreditam, conversar abertamente com o público sobre todas as questões que envolvem o seu negócio é uma das melhores maneiras de aumentar o faturamento porque:

  • Mostra como você está interessado na felicidade do público;
  • Evita que o consumidor fique à deriva no mercado;
  • Melhora a relação de confiança para futuras compras;
  • Facilita a resolução de problemas;
  • Você pode descobrir o que está faltando ou ampliar o seu negócio, etc.

Para descobrir mais sobre o retorno do cliente, o ideal é sempre disponibilizar formulários ou perguntas rápidas, que possam ser respondidas em pouco tempo.

Por exemplo: você pode pedir como o consumidor classifica o atendimento, se ele voltaria a comprar, o que achou dos valores, se queria algo que não encontrou, entre outras questões.

Então, ainda ficou com alguma dúvida sobre como aumentar o faturamento com cada uma das dicas e estratégias apresentadas?

Comenta aqui embaixo para que eu possa lhe ajudar e faça desse post o seu guia de cabeceira dos negócios.

Até o próximo post!

(Visited 33 times, 1 visits today)

Tags: | |

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja o passo a passo para começar seu negócio agora mesmo!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Dan Reis
Dan Reis

Já trabalhei e estudei em diversas áreas, de química a tecnologia da informação, mas foi no fim de 2017 que me encontrei, descobri que o que eu gosto é empreendedorismo. Atuo desde então como empreendedor digital e minha vida mudou, mudou para melhor. Passei a fazer algo que gosto, ou melhor amo. Em 2019 percebi e me comprometi a compartilhar tudo o que eu aprendi (e ainda aprendo) para as pessoas que tem do mesmo desejo: Ser empreendedor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.