fbpx
O que é copywriting?

Descubra tudo sobre copywriting e porque você deve utilizar essa incrível ferramenta de vendas!

Se você está estudando o marketing digital ou qualquer outra estratégia de vendas, sem dúvida alguma você já ouviu falar em copywriting ou simplesmente “copy” alguma vez.
O copywriting é uma das estratégias mais utilizadas no marketing digital e têm como objetivo induzir o público a realizar uma ação específica, que na maioria das vezes é comprar um produto, clicar em um link ou simplesmente deixar o endereço de e-mail.
Essa técnica de marketing é tão fundamental para a conversão de vendas que existem até cursos específicos voltados para essa área, sendo o profissional que produz a copy chamado de copywriter.

Mas afinal, o que é um copywriting na prática?

Na realidade a copy pode ser definida simplesmente como um conteúdo persuasivo, que não necessariamente precisa ser um texto. Muitos canais no youtube utilizam a copy para ganhar likes e inscritos.
Já no caso dos afiliados, a copy é utilizada para uma coisa muito mais importante, a criação de uma lista de e-mail. Através dessa lista com os emails de pessoas interessadas é possível realizar o chamado email marketing, uma das formas mais eficientes de converter vendas.

Como surgiu a copy

Por mais que seja usado no meio digital, o termo copywriter não é nem um pouco novo, foi utilizado pela primeira vez em 1829 por um lexicógrafo americano e escritor americano chamado Noah Webster.
Na tradução literal “copy” significa “cópia”, mas não se engane. Produzir uma copywriting de excelência não têm absolutamente nada a ver com copiar textos de outras pessoas.
O termo “copy” se referia simplesmente a algo original que deveria ser imitado na escrita e na impressão.
Esse tipo de definição passou a ser utilizada somente por jornalistas e editores, que passaram a chamar de copywriting o profissional responsável por escrever anúncios, o objetivo era apenas diferenciar esse profissional de redatores que trabalhavam com notícias.
Pouquíssimas pessoas param para estudar o assunto, mas a verdade é que os copywriters conseguiram aumentar as vendas de empresas em milhares de dólares no século passado.

Copy atualmente

Depois que a internet passou a ser um dos maiores meios de comunicação e também a maior ferramenta de vendas, o termo copywriter passou a se afastar cada vez mais da publicidade e se voltou completamente para o marketing digital.
Hoje os copywriters não são mais responsáveis pela publicidade de uma marca, mas sim pela persuasão de um texto que irá levar o público alvo a realizar uma ação específica.

Qual a principal diferença entre copywriting e redação publicitária?

Para alguém que é leigo nessa área, a copy a publicidade podem até parecer a mesma coisa, porém existem fortes diferenças entre elas.
A publicidade na realidade é apenas um anúncio leve, para tornar a marca conhecida ou apresentar as qualidades de um determinado produto.
Já a copy é uma estratégia agressiva de vendas focada em chamadas para ação, o objetivo da copy é fazer com que o público realize uma ação naquele momento, sem pensar muito no assunto, veja dois exemplos abaixo para entender melhor:

Exemplo de texto publicitário:

“As contas não param de chegar e você não sabe como vai fazer para quitar todas as dívidas? Com o fórmula negócio online você vai aprender como trabalhar em casa, ser dono do próprio negócio e ter mais tempo para o que realmente importa!
Acesse o site www.exemplo.com e saiba mais.
Fórmula negócio online, líder em formação de top afiliados desde 2010.”

Exemplo de copywriting

“Cada vez está se tornando mais difícil pagar as contas em dia e, com a situação atual da economia milhares de profissionais correm o risco de perder o emprego, mas existe uma alternativa que já está sendo utilizada por milhares de pessoas.
Com o marketing digital você pode ser o seu próprio chefe e ganhar até 20 mil por mês com vendas online! Saiba como clicando aqui e receba gratuitamente um e-book com técnicas exclusivas para organizar suas finanças pessoais!
Clique aqui e receba o e-book gratuitamente”

A principal diferença entre a copy e o texto publicitário é a eficiência dependendo do público alvo.

Com a publicidade você atinge pessoas que já estão interessadas em comprar um produto ou adquirir um serviço, muitas vezes são pessoas que já estão buscando por isso.
Mas com a copy, você pode atrair pessoas e convencê-las de que precisam do produto ou serviço para melhorar suas vidas. Por esse motivo que a copy é mais eficiente em estratégias como o inbound marketing.
Entretanto, a copy e a publicidade são áreas “irmãs” e possuem suas semelhanças, o motivo disso é que a copywriting foi criada a partir da publicidade.

Como a copywriting pode ser usada para alavancar vendas

Os afiliados costumas utilizar a copy para persuadir seu público a realizar duas ações, comprar um produto ou cadastrar o e-mail em uma lista que posteriormente será utilizada para o e-mail marketing.
No caso da conversão de vendas não existe muito segredo, o leitor irá ser persuadido a clicar em um link que irá direcioná-lo a uma página de vendas, onde terá uma outra copy de vendas para reforçar o desejo de compra.
Já no caso de uma chamada para deixar o e-mail, o leitor geralmente vai receber um presente em troca de deixar o e-mail, que pode ser um e-book, uma aula grátis, podcast, etc.

Posteriormente, o afiliado irá enviar e-mails com uma copys de vendas para lembrar ao público que existe uma oferta para ele, isso é a base do e-mail marketing e corresponde a 40% das vendas feitas pelos afiliados.
Lembrando que uma boa copy em hipótese alguma deve conter sugestões ambíguas, ou seja, se a sua intenção for vender um produto e criar uma lista de emails, deve produzir duas copys diferentes, uma para cada ação.
Os especialistas fazem dessa forma porque criar ambiguidades no sua copy pode deixar o público em dúvida do que deve fazer, o que já tira o real sentido de um texto persuasivo, cujo o objetivo é dar ao leitor a certeza de que precisa realizar a ação para resolver sua “dor”.

Objetivos de uma copywriting

Provavelmente você já deve ter percebido, mas não faz mal ressaltar que o principal objetivo de uma copy é fazer com que o leitor obedeça a CTA (call to action ou chamada para ação em português).
Isto significa que desde o título o texto já precisa chamar e prender a atenção do leitor para a ação que ele deve realizar. Durante o texto, o copywriter têm a tarefa de educar o leitor sobre o produto deixando claro que ele é o que leitor está procurando para suprir suas necessidades.

Marketing de conteúdo e o copywriting

Se você acompanha as postagens aqui do blog, é quase impossível nunca ter ouvido falar sobre marketing de conteúdo, mas se não, aqui vai um pequeno resumo.
Marketing de conteúdo é a estratégia de marketing que visa criar conteúdo rico e relevante com a intenção de atrair o público interessado, tornando o processo de conversão de vendas muito mais rápido.
Apesar de ser uma das abordagens mais utilizadas no marketing digital, o marketing de conteúdo nem sempre é feito da forma correta, isso acaba dificultando muito o processo de vendas.
Mas quando nós implementamos uma boa copywriting no conteúdo produzido temos uma verdadeira máquina de vendas trabalhando a nosso favor. O conteúdo produzido atrai o público interessado e os elementos de copy faz a conversão de vendas.

Como trabalhar uma boa copywriting

Para criar copys de qualidade não basta apenas escrever bem, você precisa entender as técnicas e gatilhos mentais que irão transformar um leitor comum em um futuro cliente.
Para fazer isso, existem 3 pilares fundamentais que você jamais deve esquecer:

  • Inspirar;
  • Desenvolver ligação com a marca;
  • Motivar a ação do público alvo.

Esse é o básico do básico ao se produzir uma copy de vendas, mas existem outras técnicas que você deve levar em consideração ao se construir uma boa copy de vendas, veja algumas abaixo.

As principais técnicas utilizadas para a criação de uma boa copywriting

Gatilhos mentais

Os gatilhos mentais são muito utilizados no meio digital no marketing para impulsionar a tomada de decisão dos clientes, a função deles é agregar valor ao produto na percepção do cliente.
Pode até não parecer, mas eles realmente funcionam e existem estudos científicos comprovando sua eficácia.
Já existe aqui no blog um artigo inteiro dedicado aos gatilhos mentais que sem dúvida alguma você vai querer conhecer antes de criar sua copy. Clique aqui e veja o artigo sobre gatilhos mentais.

Porque os gatilhos mentais devem ser usados?

A verdade é que nossa mente funciona utilizando o sistema de gatilhos, nossos sentidos estão constantemente enviando ao nosso cérebro informações que disparam gatilhos e nos fazem sentir medo, prazer, felicidade, etc.
É por isso que a técnica de gatilhos mentais funcionam tão bem, pois os gatilhos podem fazer com que as pessoas tenham nova perspectiva sobre um produto.

Conheça intimamente seu público alvo

Uma das partes mais importantes na criação de uma copy é estabelecer a persona, isto é, quem são as pessoas que podem se interessar no seu produto ou serviço.
A persona é, basicamente, um personagem criado para que a equipe responsável pelo marketing possa ter uma ideia de quem eles estão tentando atingir com a copy e o conteúdo produzido.
Digamos que você esteja vendendo aspiradores de pó, quem seria o seu público alvo? Skatistas? Trabalhadores braçais? Ou uma dona de casa com 35 anos, que têm 2 filhos e não aguenta mais perder tempo varrendo a casa e tirando os tapetes?
Viu como fica bem mais simples definir a estratégia quando temos uma persona bem definida?

Utilize tom e a linguagem correta

Depois de já conhecer o seu público alvo e estruturar uma persona, fica muito mais simples entender qual é a linguagem e o tom que deve ser utilizado na copy.
Tenha em mente que a linguagem sempre vai mudar dependendo do público alvo, se o seu público alvo for um médico por exemplo, uma linguagem mais técnicas e que utilize jargões da área é muito melhor para criar uma ligação com o profissional.
Entretanto, se o seu público alvo for uma dona de casa como o nosso exemplo da persona, é muito melhor utilizar uma linguagem mais informal, com um tom acolhedor.
Lembre-se que a linguagem é muito importante para que o público crie uma ligação com o texto.

Utilize histórias para engajar a leitura

Quem não gosta de uma boa história não é verdade? E seus leitores vão gostar ainda mais, principalmente se eles conseguirem se identificar com o personagem principal.
Essa é uma das melhores formas de criar uma conexão com o público e fazer com que eles vivenciem as informações que você está passando na copy.
Mas é sempre bom ressaltar que a história deve ser convincente, mas não exagere ao ponto de transformar sua copy em uma obra digna de shakespeare. Uma história nitidamente falsa pode gerar um resultado bem negativo.

Crie autoridade

Criar autoridade é uma das estratégias utilizadas pelos afiliados para vender um produto, ser um especialista em determinado assunto significa fazer pesquisas e estudar a fim de produzir conteúdos relevantes, ricos e originais.
Dessa forma o público passa a enxergar você como um especialista no assunto e sua opinião passa a ter mais credibilidade.

Crie exclusividade

A exclusividade é um gatilho mental muito poderoso, ela faz com que o seu público que realizar a ação pedida se sinta mais especiais que aqueles que não realizaram a ação.
Você pode gerar exclusividade oferecendo ao seu público conteúdo extra, e-book gratuito, área exclusiva ou qualquer outro presente que sua imaginação mandar.
A exclusividade também pode ser criada através do próprio conteúdo que está na sua mídia de divulgação, então nem preciso dizer que o plágio é um dos 7 pecados capitais para a construção de uma copy perfeita.

Nunca se esqueça de revisar

Por último mas não menos importante, devemos sempre revisar o conteúdo que foi criado, afinal, até os maiores especialistas em produção de conteúdo deixam escapar alguns erros aqui e ali.
Então sempre faça uma revisão minuciosa antes de postar a sua copy, pois os erros, mesmo que sejam pequenos podem causar um resultado bem negativo e estragar completamente sua copy.
Se você contratou alguém para produzir seu conteúdo e sua copy, saiba que têm uma grande vantagem porque seus textos serão revisados duas vezes, tanto por você quanto pelo profissional que escreveu. Isso reduz os erros a quase zero.

A copy sem dúvida alguma é uma das ferramentas mais importantes para a criação de conteúdo e agora que você já sabe o básico, pode começar a aplicar essa estratégia para aumentar a conversão de vendas.
Espero que você tenha gostado dessa postagem, não se esqueça de compartilhar e dar uma olhada nas outras postagens aqui do blog para pegar todas as dicas. Muito obrigado por ler até o final e até a próxima!

(Visited 28 times, 1 visits today)

Tags:

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja o passo a passo para começar seu negócio agora mesmo!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Dan Reis
Dan Reis

Já trabalhei e estudei em diversas áreas, de química a tecnologia da informação, mas foi no fim de 2017 que me encontrei, descobri que o que eu gosto é empreendedorismo. Atuo desde então como empreendedor digital e minha vida mudou, mudou para melhor. Passei a fazer algo que gosto, ou melhor amo. Em 2019 percebi e me comprometi a compartilhar tudo o que eu aprendi (e ainda aprendo) para as pessoas que tem do mesmo desejo: Ser empreendedor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.