fbpx

A psicologia das cores é certamente um dos itens que você precisa saber antes de começar a criar um produto ou desenvolver o design da sua marca, certo?

Afinal de contas, ela precisa ser considerada, com base em diversos dados, uma das prioridades das grandes empresas quando o tema é venda.

Quer saber mais sobre esse tema e como a psicologia das cores pode, de fato, influenciar o seu consumidor?

Psicologia das Cores

Então esse post é para você, fique comigo até o final e eu irei te mostrar tudo o que precisa saber sobre o tema.

Vamos lá?

O que é a Psicologia das cores?

A psicologia das cores é um tipo de estudo que tem como objetivo compreender qual é o comportamento do ser humano diante de algumas cores.

Portanto, essa área consegue analisar e definir quais são os efeitos de determinadas cores em determinadas pessoas, como por exemplo, quais cores geram:

  • Mudanças de emoções;
  • Sentimentos de tristeza e felicidade;
  • Criação de novos desejos, etc.

Assim, como consequência, é fundamental que você saiba a utilizar o significado de cada um desses elementos para que possa transmitir suas informações.

O que isso quer dizer? Quer dizer que as empresas precisam ter consciência de cada um desses fatores para que possam conquistar os seus objetivos dentro do marketing.

Como você pode aplicar a psicologia das cores dentro do marketing?

Mesmo sabendo qual é a real importância das cores na vida das pessoas, é muito mais comum vê-las dentro de um tópico de design dentro da empresa, como um dos fatores de pouca prioridade dentre as estratégias da empresa.

Porém, de acordo com Neil Patel, 93% das pessoas que compram produtos consideram que a aparecia visual é um dos fatores determinantes que contribuem para a decisão de compra.

O que esse número quer dizer? Quer dizer que você não deve negligenciar a psicologia das cores nos projetos que a sua empresa desenvolve.

Por que?

Porque uma escolha errada de cor para a sua logo, uma embalagem ou até mesmo em um anuncio pode acabar contribuindo para que os seus resultados se tornem insatisfatórios.

Alguns equívocos que existem sobre a psicologia das cores

Com a popularidade da psicologia das cores sugiram também alguns mitos sobre o seu impacto dentro do marketing e branding.

Já vi diversos artigos aqui na internet onde as pessoas afirmam que uma determinada cor irá conseguir trazer uma quantidade de pessoas maior para o seu site e irá ter mais conversão do que outra.

Isso não tem nada de verdade.

As cores tem o poder de impactar as pessoas de maneira diferente e, assim como várias estratégias no marketing, essas cores também precisam ser testadas.

Assim, você irá conseguir saber qual delas conseguem trazer uma resposta mais positiva e uma alta taxa de conversão.

Portanto, antes de afirmar qualquer coisa é fundamental que se faça testes, integrando novas cores, para poder então saber como foi a reação das pessoas diante de cada uma dessas cores.

Mas, como saber se essa é a cor correta?

Bom, muito provavelmente você terá um aumento ou diminuição na sua taxa de conversão.

Algumas estatísticas sobre a psicologia das cores para ficar de olho

  • 84,7% das pessoas que consomem um produto consideram a cor o item mais importante do que outros fatores na hora de escolher um produto.
  • 1% das pessoas decidem comprar um produto pelo cheiro ou som, 6% olham a textura e 93% observam o aspecto visual para comprar.
  • 80% das pessoas acreditam que as cores podem aumentar o reconhecimento de uma marca;
  • 60% das vezes a cor pode ser a responsável pela aceitação ou a rejeição de um serviço ou produto;
  • Os anúncios com cores são vistos 42% mais vezes que os mesmos anúncios apresentados em preto e branco.
  • As cores podem melhorar 40% a leitura, 73% a compreensão de um texto e entre 55% e 68% o aprendizado de uma pessoa.
  • 2 em cada 3 pessoas que compram um produto NÃO escolhem um grande produto se ele não estiver com a sua cor favorita.

O que significa cada uma das cores dentro da psicologia das cores?

Nesse tópico eu irei lhe mostrar um pouco mais sobre cada uma das cores e como elas podem te ajudar, de verdade, a melhor os seus resultados.

É muito comum as pessoas avistarem uma cor e já começar a se conectar com o conceito da marca.

Você provavelmente já ligou as grandes marcas no mercado somente pelas cores.

Obviamente que dentro do marketing esse tipo de ação não poderia ser diferente. É necessário compreender bem qual é a ideia que cada uma das cores está passando e como ela pode impactar o seu público.

Entretanto, nem todas as empresas são capazes de encontrar a cor ideal para o seu negócio, por isso eu mencionei que é tão importante fazer os testes.

– Psicologia das cores – Vermelho:

Essa é considerada uma cor apelativa, onde faz com que a pessoa visualize e queira imediatamente resolver o que incomoda.

Muitas redes de alimentação, acabam utilizando essa cor, pois ela faz com que a pessoa veja a cor no logotipo e deseje saciar a fome imediatamente.

Por ter o poder de transmitir essa ideia de urgência, ela também é muito utilizada em campanhas que estão oferecendo algum desconto, pois ajuda a pessoa a querer imediatamente o produto.

A sua intensidade tem o poder de transmitir:

  • Amor;
  • Energia;
  • Impulso;
  • Fúria;
  • Guerra;
  • Velocidade;
  • Violência, etc.

– Amarelo:

O amarelo também é uma cor muito utilizada nas grandes empresas de alimentos, algumas das mais conhecidas são as rivais McDonald’s e o Burger King.

Psicologia da cor amarela
PPsic

Entretanto, se você deseja utilizar essa cor sem o vermelho, é importante saber que de maneira isolada ela remete:

  • Otimismo;
  • Cuidados;
  • Estímulo a criatividade;

Normalmente as empresas que utilizam dessa cor em suas paredes querem transmitir aos seus funcionários o desejo de agir, conhecer e produzir.

Outro item interessante é que os CTA’s que estão em amarelo conseguem estimular a concentração, chamando a atenção e captando rapidamente a ideia que a marca está tentando transmitir.

Portanto, o amarelo tem o poder de transmitir:

  • Conhecimento;
  • Riqueza;
  • Confiança;
  • Otimismo;
  • Relaxamento;
  • Sabedoria;
  • Perigo;
  • Sabedoria;
  • Cobiça;

– Azul:

Quando trabalhado em tons mais claros, o azul consegue transmitir a sensação de pureza e frescor.

Psicologia da cor azul

Isso contribui para a estimulação da confiança, remetendo a liderança e o sucesso.

Já quando utilizada em cores mais fortes, a sensação passa a ser de glória, segurança e poder.

Assim, o azul está ligado a:

  • Estabilidade;
  • Paz;
  • Verdade;
  • Frio;
  • Limpeza;
  • Tranquilidade;
  • Aconchego;
  • Espiritualidade;
  • Fé;
  • Equilíbrio.

– Laranja:

O Laranja faz parte de cores segundarias que é derivada do vermelho.

Assim, as marcas que desejam estimular a energia podem utilizar dentro do seu design facilmente.

Ela é capaz de transmitir a sensação de criatividade e ânimo, e consegue aumentar o numero de clientes que busca por produtos que contenham essas características.

Por ser considerada mais agradável aos olhos do que o vermelho, que é uma cor mais forte, ela acaba sendo o alvo de diversas empresas que gostam do vermelho, porém, desejam transmitir uma suavidade maior.

Essa cor consegue transmitir:

  • Vibração;
  • Humor;
  • Extravagância;
  • Entusiasmo;

– Verde:

Automaticamente quando pensamos na cor verde, ligamos imediatamente à natureza. Mas, para além disso, o verde é capaz de fazer com que as pessoas sintam:

  • Equilíbrio;
  • Harmonia;
  • Saúde;
  • Frescor, etc.

Não é incomum ver então, clinicas, laboratórios e hospitais fazendo o uso dessa cor em suas logos. O mesmo acontece para produtos que tem o objetivo de passar a sensação de frescor, como as pastas de dentes.

Já quando pensamos no mundo corporativo automaticamente conseguir pensar que o verde é capaz de transmitir:

  • Coerência;
  • Solidez;
  • Segurança;
  • Perseverança;
  • Calma;
  • Tranquilidade;
  • Renovação;
  • Esperança;

– Roxo e violeta:

O roxo tem o poder de remeter a sensualidade, realeza, mistério e sabedoria.

Já a violeta, tem a mesma tonalidade que laranja e transmite a vivacidade e criatividade.

Essa são cores que são bem agradáveis aos olhos, fazendo com que o pensamento abstrato passe a surgir naturalmente, ao observar um quadro, por exemplo.

Psicologia da cor roxa

Portanto, é bem comum você encontrar a cor em produtos que estão focando na estética como cremes e maquiagens, assim como em locais que desejam transmitir o bem-estar.

Entre os sentimentos que ambas as cores são capazes de gerar estão:

  • Transformação;
  • Poder;
  • Intimidade;
  • Conhecimento;

– Marrom:

Se você deseja falar em sofisticação e seriedade, então a cor marrom é a melhor representando dentro dessas características.

Essa é um modelo de cor sombrio, mas que consegue transmitir confiança e está sempre ligada aos ambientes naturais como casas de campo.

Normalmente os produtos orgânicos e naturais também acabam combinando bastante com essa cor, onde é bem comum vê-la dentro das logotipos ou mesmo em anúncios.

Justamente por ser capaz de transmitir essas sensações, a cor é normalmente utilizada em pisos, moveis entre outros itens de design de interiores, além de empresas focadas em paisagismo.

Já pensando dentro do meio corporativo, ela é capaz de transmitir seriedade, organização comprometimento e sobriedade.

A cor também está interligada a:

  • Campo;
  • Conforto;
  • Durabilidade;
  • Simplicidade;
  • Resistência;

– Rosa:

Instantaneamente a cor rosa consegue nos remeter a inocência, pureza e à infância.

Definitivamente ela é uma cor que está sempre ligada as mulheres, mesmo que a cor preferida por elas seja a azul.

Esse tipo de ligação acontece por ser uma cor mais delicada, doce e que consegue transmitir uma sensação de maiores cuidados, tipos de características encontradas dentro do universo feminino.

O rosa tem algumas nuances bem claras até os tons mais pesados. O interessante é que o sentimento das pessoas também varia de acordo com a cor.

Quando esse rosa é trabalhado nos tons escuros, ele está ligado mais a sensualidade, romantismo, amor e feminilidade.

Normalmente é um utilizado pelas marcas que desejam transmitir o futuro, algo novo e original.

Entre os sentimentos que consegue transmitir se encontra:

  • Delicadeza;
  • Leveza;
  • Charme;
  • Satisfação;
  • Inocência.

– Branco:

O branco no cotidiano do marketing tem uma representação tão grande que mereceria um artigo só para si.

Essa cor consegue transmitir futuro, paz, sabedoria e pureza, afinal de contas, ele contém algumas características que são únicas:

Noivas usam branco;

As religiões sempre utilizam branco;

Nós utilizamos branco quando o ano vai começar.

Ou seja, o branco consegue representar o novo, como uma tela que irá começar esboçar aquilo que se tem em mente.

Portanto, é a cor que está ligada as novas promessas e momentos de iluminação e paz onde as pessoas buscam sempre nas suas religiões.

Por transmitir leveza, ela é muito utilizada por enfermeiros, dentistas, médicos entre outras profissões que tem como foco a higiene.

Assim, quando pensamos no mundo do marketing, essa cor impera na escolha das cores de fundo de blogs.

Por que?

Porque ela consegue transmitir sempre a neutralidade e, normalmente, quando as pessoas atuam com o marketing elas não costumam demonstrar as suas opiniões pessoais para influenciar os seus clientes.

Através dessa cor você consegue permitir que o seu logotipo e o CTA ganhem mais destaque.

– Preto:

A cor preta consegue representar as características de poder, imponência e seriedade.

Ela é também considerada uma cor elegante, forte e não existe nenhuma cor que não fique bem ao lado dela.

Essa é certamente uma das características mais interessante dessa cor, ao mesmo tempo em que ela consegue ser neutra, ela é capaz de chamar a atenção.

Outros pontos que ela consegue transmitir são:

  • Curiosidade;
  • Medo;
  • Incerteza;
  • Mistério;

Ela também consegue transmitir frieza, tornando-se uma cor ligada à tristeza e ao luto.

Assim, dentro do marketing, toda empresa que deseja transmitir o luxo nos seus produtos, utiliza a cor preta.

Por que?

Bom, ela é ligada a legibilidade e, diversas vezes, é utilizada como fundo de qualquer outra cor que precisa se destacar.

Depois desse post tenho certeza que você tem tudo o que precisa para começar a utilizar a psicologia das cores no seu empreendimento e passar a ver os seus resultados melhorarem.

Tenho certeza que esse é um tipo de post que pode ser analisado diariamente pela sua equipe para poder sempre aprender algo novo.

Portanto, se ficou com alguma dúvida sobre o tema, deixe uma mensagem no espaço dos comentários para que eu possa lhe ajudar.

Grande abraço e até o próximo post.

(Visited 67 times, 1 visits today)

Tags: |

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja o passo a passo para começar seu negócio agora mesmo!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Dan Reis
Dan Reis

Já trabalhei e estudei em diversas áreas, de química a tecnologia da informação, mas foi no fim de 2017 que me encontrei, descobri que o que eu gosto é empreendedorismo. Atuo desde então como empreendedor digital e minha vida mudou, mudou para melhor. Passei a fazer algo que gosto, ou melhor amo. Em 2019 percebi e me comprometi a compartilhar tudo o que eu aprendi (e ainda aprendo) para as pessoas que tem do mesmo desejo: Ser empreendedor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.