fbpx

O que é empreendedorismo individual?

O empreendedorismo individual é uma das modalidades de empreendimento que desperta a curiosidade de muitos. Além disso, a modalidade está ganhando espaço no mercado e dando oportunidade a trabalhadores para que se tornem microempreendedores (MEI) ou empreendedores individuais (EI).

E todo projeto no início tem as suas limitações, seja por falta de entendimento sobre o assunto, ou por pequenos erros de iniciante. No entanto, é preciso estar atento a todos os detalhes para que tudo saia como planejado e seja possível ter muito sucesso.

Por isso, se você está pensando em investir no empreendedorismo individual, saiba tudo sobre o assunto lendo esse artigo.

Entenda o que é EI e MEI:

Quando falamos de abrir um pequeno negócio e investir em algo que seja nosso, existem muitas confusões. A primeira delas é em relação aos empreendedores individuais (EI) e os microempreendedores individuais (MEI).

E para que você possa entender é simples. O empreendedor individual, é aquele que inicia um empreendimento sozinho. Contudo, ele só pode ser considerado como EI, se ganhar cerca até 360 mil reais por ano, segundo a lei.

Além disso, o empreendedor individual exerce todas as funções de sua empresa como pessoa física. Assim, ele consegue fazer empréstimos, abrir contas e contratar serviços através do seu próprio nome e CPF.

Já no que diz respeito ao microempreendedor individual, para que possa ser considerado como um, é preciso seguir alguns critérios:

• Um MEI não pode ter participação em outros empreendimentos;
• O seu rendimento anual não pode passar de 60 mil reais.
Outra caraterística dentro desse tipo de empreendedorismo individual, é que um MEI tem direito a ter um CNPJ. Dessa forma, ele poderá usufruir de todas as vantagens que este lhe confere.

Microempreendedor individual x Empreendedor Individual

Algumas dúvidas podem surgir no empreendedorismo individual sobre essas duas classificações. E a verdade é que muitas pessoas optam por serem MEI.

Isso acontece porque além da vantagem de se obter um CNPJ, ele também adotará um regime tributário que é considerado por muitos o melhor, que é o Simples Nacional.

As empresas que adotam esse tipo de sistema recolhem todos os impostos através de uma guia, chamada DAS. Contudo, é importante que o empreendedor esteja atento às datas e aos valores, para que fique dentro da lei.

Como ser MEI ou EI?

Outra questão muito importante dentro do empreendedorismo individual é a definição de quem pode ser microempreendedor individual, ou empreendedor individual.

A verdade, é que essa não é uma escolha sua, mas está inclusa dentro dos critérios de cada empresa.

Pode ser um MEI, o empreendedor individual que deseja formalizar a sua empresa através de um CNPJ. Isso porque, ele irá usufruir de diversos benefícios. Contudo, ressaltamos que para se tornar um microempreendedor, se torna necessário estar no teto anual de 60 mil reais.

E existem diversas atividades que se enquadram no perfil, como por exemplo, fotógrafos, paisagistas, eletricistas, entre outros. Assim, de acordo com a profissão que você exerce, se torna mais fácil entender qual perfil você pode adotar.

Mas lembre-se de que se sua intenção é ganhar mais de 60 mil reais por ano, então você deverá se tornar um empreendedor individual. Porém, se você ainda não bateu essa meta, saiba que é possível mudar de regime de acordo com o seu crescimento.
Vantagens de ser um MEI
Para ter sucesso dentro do empreendedorismo individual é necessário que você opte por um sistema tributário que te traga alguns benefícios. Além disso, nenhum começo de negócio é fácil e toda ajuda é bem-vinda.

Dessa forma, muitas pessoas optam por serem MEI, pois conseguem enxergar nesse sistema uma oportunidade de crescer. Entenda quais são elas:

Acesso facilitado a crédito

Ao adotar esse sistema tributário, se torna possível ter acesso a crédito de diferentes bancos.

Amparo jurídico

Todo mundo deseja ter mais segurança quando inicia no empreendedorismo individual. Assim, o MEI é uma das melhores opções pois é amparado por lei.

Cobertura previdenciária

Quando se é um empreendedor individual, uma das principais preocupações que se deve ter é em relação a aposentadoria. E quando você se torna um MEI, a cobertura previdenciária acontece a partir do pagamento do DAS.

Cobrança de impostos unificada

Uma das piores situações que um empreendedor individual pode enfrentar é em relação à cobrança de impostos. Como sabemos, o regime tributário do Brasil pode ser bem confuso. Contudo, ao se tornar um MEI, o pagamento de impostos é feito por guia única chamada DAS.

Menores custos com funcionários

Para que você possa expandir seus negócios e ter mais lucro como um empreendedor individual, é preciso que você tenha funcionários. E até nisso um MEI tem vantagem, pois ele deverá arcar com custos menores como cobrança de 3% do valor da previdência e 8 % do FGTS.
Somando esses valores, o empreendedor tem um gasto médio com cada funcionário de apenas 100 reais.

Conclusão sobre empreendedorismo individual:

  • A escolha entre MEI ou EI nesse primeiro momento pode ser árdua, portanto não meça esforços e faça uma escolha coerente, baseada principalmente no tamanho da sua empresa;
  • Nas duas opções (EI ou MEI) existirá prós e contras, uma com simples nacional a outra não, uma permite um teto mais elevado a outra não, então analise todos os aspectos e faça a escolha que melhor se enquadre ao momento da sua empresa;
  • É inegável que a MEI apresenta mais vantagens para quem está iniciando, então se o seu negócio tem faturamento de até 60 mil reais anuais o ideal é começar com ela, e conforme crescer adeque seu registro.

E então, gostou do artigo? Nos ajude compartilhando com os amigos e deixe seu comentário, sugestões. Será muito importante para o blog.

(Visited 23 times, 1 visits today)

Tags: |

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja o passo a passo para começar seu negócio agora mesmo!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Dan Reis
Dan Reis

Já trabalhei e estudei em diversas áreas, de química a tecnologia da informação, mas foi no fim de 2017 que me encontrei, descobri que o que eu gosto é empreendedorismo. Atuo desde então como empreendedor digital e minha vida mudou, mudou para melhor. Passei a fazer algo que gosto, ou melhor amo. Em 2019 percebi e me comprometi a compartilhar tudo o que eu aprendi (e ainda aprendo) para as pessoas que tem do mesmo desejo: Ser empreendedor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.