fbpx

O inbound marketing surge como uma nova via de comunicação com o cliente ou mesmo um novo tipo de negócio, ainda que tenha um conceito ainda mais simples.

Pensando nisso, descubra agora mesmo tudo o que você precisa saber sobre essa temática neste post completo.

Vamos lá?

Inbound Marketing – O que é e qual a sua origem

Inbound Marketing

O inbound marketing pode ser definido como um conjunto de técnicas ou estratégias que tem como objetivo atrair e reter o seu público alvo ou persona.

Desse modo, o foco é oferecer o compartilhamento de conteúdos de modo que o lead tenha interesse em saber mais e, assim, criar um relacionamento com o seu negócio.

Ao contrário do chamado marketing tradicional, este é voltado para não interromper o cliente de maneira agressiva, mas gerar interesse, relevância e impacto.

Em outras palavras, você não vai trabalhar apenas fazendo marketing focado em venda, mesmo que seja isso o que você queira, mas sim focado em informação.

É importante dizer ainda que o inbound marketing não pode ser resumido a um único feito, mas sim há um aglomerado de ideias.

Sendo assim, a estratégia visa fazer com que os clientes cheguem até o seu negócio, ao invés de você apenas correr atrás deles.

Origem do inbound marketing

Ao que tudo indica, o inbound marketing já é utilizado há muitos anos, mesmo que os marqueteiros de plantão tenham demorado para se dar conta disso.

Dessa maneira, acredita-se que tudo tenha começado com Seth Godin, considerado um guru do marketing, que dedicou um capítulo do seu livro Permission Marketing, de 1999, chamado Marketing de Permissão.

Então, neste livro, nascia as primeiras concepções acerca de um modo diferente de atrair o público.

Ao mesmo tempo, o avanço e crescimento da internet permitiram que o consumidor tivesse maior controle não apenas dos produtos e serviços disponíveis, mas também de demais informações sobre marcas, empresas e pessoas.

Logo, se antes o cliente não tinha quase nenhum controle sobre aquilo que consumia, agora tudo está ao acesso de um clique.

Um parêntese interessante é que, mesmo sendo algo já feito e antigo, todo o conceito de inbound marketing foi criado por volta de 2006 pela empresa Hubspot, mais especificamente por Dharmesh Shah e Brian Halligan.

Como tudo isso aconteceu em solo americano, demorou algum tempo para que a nova estratégias chegasse e alcançasse sucesso no Brasil, o que acontece há, mais ou menos, três anos.

Características da prática

Conhecer as principais características do inbound marketing significa entender melhor como exatamente é possível ter algum resultado ou mesmo como isso acontece.

Neste cenário, a principal característica da estratégia é a comunicação aberta.

Em outras palavras, o cliente passa a ter controle daquilo que quer e faz, entrando em contato com o seu negócio por livre e espontânea vontade.

Assim, os clientes buscam o engajamento e tomam a iniciativa, garantir que toda a comunicação seja mais simples bem como direcionada.

Outra característica marcante é o fato de o cliente ter uma continuidade na questão de interesse ao invés de ser continuamente cortado.

Por exemplo, diferentemente dos comerciais de TV, que cortam a programação, no inbound é o cliente que se dispõe a procurar você, mesmo que você não o esteja interrompendo.

Devido a isso, a sua empresa passa a ser vista como mais convincente ou mesmo respeitosa e autoritária, sem mostrar um comportamento agressivo de tentar vender a todo custo.

Isso permite uma continuidade na informação, de maneira mais saudável.

Da mesma maneira, como o inbound marketing é focado no compartilhamento de conteúdo como método de atrair o cliente, uma característica da estratégia se refere a sua imagem.

Ou seja, antes de você ser visto como um empreendedor que quer vender, o cliente tem a percepção de que você é uma autoridade e referência daquele nicho ou produto/serviço.

A criação dessa imagem melhora tanto a questão de engajamento como a confiança, internação e até recomendação para outros usuários.

Inbound marketing

Por exemplo: se você for escolher entre uma empresa que está a todo momento enviando banner, folders e falando para você comprar e outra que apresenta conteúdos que comprovem sobre o produto, depoimentos de clientes ou busque retirar as suas dúvidas. Qual você escolheria?

Principais benefícios do Inbound Marketing

Alcance de público ideal:

Um dos principais benefícios dessa estratégia de marketing, é a garantia de alcançar o público ideal para o seu negócio.

Afinal, ao invés de enviar mensagens ou fazer marketing para o público em massa, todo o compartilhamento de conteúdo é pensando baseado em uma persona.

Inicialmente, é possível que você se preocupe mais com a geração de leads, o que faz todo o sentido considerando que é um processo do funil de vendas.

Seja como for, ao alcançar o seu público ideal, as chances de conversão de vendas são maiores e permite que você entenda ainda mais o funcionamento desses indivíduos.

Pense que, ao invés de comunicar um público em massa, que pode ou não ter alguém interessado no que você oferece, você vai comunicar para quem quer aquilo que você possui.

Facilidade em estabelecer uma relação:

Através da preocupação em oferecer conteúdo que seja interessante para o seu público, a possibilidade de gerar confiança é sempre superior.

Logo, você consegue se relacionar com o público com mais facilidade sem que seja algo forçado ou com um único foco.

Quando o público percebe isso, passa a confiar mais na sua empresa.

Desse modo, se trata de um círculo baseado na: transmissão de conteúdo > interação > confiança.

Além de aumentar as chances de venda, criar essa relação faz com que o público indique o seu negócio para outras pessoas com mais facilidade, ampliando o seu mercado.

Você terá maior poder de persuasão e menor ciclo de vendas:

Entre os benefícios das estratégias de inbound marketing está a possibilidade de conseguir convencer o público com mais facilidade.

Isso acontece devido a uma combinação de fatores, mas, principalmente, pela criação de uma relação baseada na confiança.

Com isso, os usuários passam a acreditar com mais facilidade naquilo que você diz.

Basicamente, você se tornar uma referência.

Portanto, com o aumento do poder de persuasão, você reduz o ciclo de vendas.

O ciclo de vendas se refere ao tempo que um indivíduo gasta para comprar/fazer algo no seu site, desde o instante que entrou. Ou seja, o caminho que ele percorre.

Com um ciclo de vendas menor, é possível acelerar os ganhos, reduzir o preço gasto com campanhas e outras ações e ainda ter respostas mais eficazes do público.

Importante: tudo isso, quando avaliado em conjunto, gera não apenas a redução de gastos, mas também o aumento do ticket médio. Que é essencial para os negócios.

Chance de mensurar os resultados em tempo real:

Para concluir essa lista de principais benefícios dessa estratégia de marketing, é preciso falar sobre a mensuração de resultados.

Basicamente, o tópico de refere a capacidade que um negócio em saber o que está funcionando ou não, quais são os pontos e produtos mais quentes, onde o cliente termina ou ciclo de vendas, entre outras características.

Diferentemente do marketing tradicional, aqui você consegue saber e reunir todas essas informações em tempo real.

Inbound marketing

E porque isso é importante?

Na era da internet, a informação é uma das armas mais poderosas que podem garantir o seu sucesso bem como o seu fracasso.

Por exemplo, se você nota que a maior parte do seu público chega até a sua página através das redes sociais, você já sabe onde é interessante investir mais em anúncios e posts.

Vale dizer ainda que conhecer os resultados melhora a sua atuação em campanhas, reduzindo gastos que não tem um bom retorno, e reinvestindo naquilo que funciona.

Conheça as 4 etapas da estratégia

Dando continuidade a este post completo com tudo o que você precisa saber sobre o inbound marketing, é chegada a hora de conhecer as quatro etapas da estratégia.

Ainda que seja bem simples, é importante você ter em mente que essas quatro etapas funcionam como um tipo de seguimento de operação, tanto para saber o que deve ser feito a seguir ou mesmo por onde começar.

Atração é a base do inbound marketing:

Basicamente, todo o inbound marketing começa com a atração de clientes.

Afinal, é desse modo que você vai conseguir um bom tráfego de página, o que aumenta as chances de criar uma relação, persuadir e vender.

Então, a primeira etapa de estratégia é fazer com que usuários comecem a se tornar visitantes.

Converter:

A conversão significa que os visitantes, conquistados na primeira etapa, se tornem leads ou clientes em potencial.

Com isso em mente, a conversão dá continuidade a estratégia para que esse público acesse a sua página com mais frequência e tenha, cada vez mais, um interesse maior naquilo que você oferece.

Vender é parte do inbound marketing:

A terceira etapa dessa estratégia se refere a tornar os leads em clientes, através de nutrição de público. O que ocorre com a continuidade da relação bem como compartilhamento de conteúdo.

Logo, uma porção dos leads da sua página já estão prontos e é possível fazer suas primeiras vendas.

Encantar:

Chegando a última etapa, encantar significa garantir a satisfação do público após a venda para que essa relação não termine.

Se diferenciando do marketing comum, que depois da venda parece não ter mais nenhuma relação com o público, o inbound busca uma jornada.

Dessa forma, encantar garante não apenas a plena satisfação de quem já é cliente, mas a chance de atração.

Isso porque, clientes felizes recomendam negócio/produto para outras pessoas.

Como fazer o Inbound Marketing

Para que você saiba não apenas o que é mais como colocar essa estratégia em prática, existem algumas dicas de o que deve ser feito em cada uma das etapas.

Divulgação e conhecimento:

Na etapa de atração, o principal objetivo de qualquer empresa deve ser a divulgação e conhecimento.

Para isso, são utilizadas todas as mídias digitais, como sites, blogs e redes sociais, que o seu negócio possui.

Nessas mídias, você deve fazer o marketing de conteúdo com otimização de SEO.

Em outras palavras, divulgar conteúdos que sejam interessantes e relevantes para o seu público, sempre otimizado para os mecanismos de busca. O que facilita ser encontrado.

Desse modo, inicia-se a atração de usuários, para que estes se tornem visitantes da sua plataforma.

Visitantes devem se tornar leads:

Para a segunda etapa, onde é preciso transformar os visitantes comuns em leads fiéis, você vai fazer inbound marketing através de novas estratégias.

Aqui, são inseridos os formulários, os CTAs bem como as landing pages.

Basicamente, todas essas estratégias visam criar uma relação mais próxima com o público, incentivando os cliques, a disponibilidade de e-mails ou mesmo direcionando para páginas específicas do seu site.

Busque transformar os clientes:

Bom, agora que o público já está mais próximo do seu negócio, a terceira etapa de como fazer esse tipo de marketing consiste em gerar a venda.

Para isso, geralmente, são utilizados o e-mail marketing, mecanismos de automação, nutrição de leads e outras.

Ou seja, é neste ponto que você deve trabalhar as técnicas naturais de persuasão, direcionando o público para a venda.

Vale dizer que só é possível transformar os leads em clientes quando os passos anteriores são feitos corretamente.

Valorize o cliente que o inbound marketing conseguiu:

O último passo de como fazer inbound marketing se refere a etapa de encantamento.

Neste aspecto, é essencial valorizar esse cliente.

Para que isso aconteça, a dica é oferecer opções de conteúdos promocionais, extras ou brindes, manter um relacionamento, entender como foi essa relação com o cliente e buscar oferecer algo a mais.

Detalhe: mesmo que não esteja apontado, em todas as etapas de como fazer inbound é necessário oferecer conteúdos de relevância e estreitar as relações com o cliente através de interação e engajamento.

Por isso, é essencial que você busque ferramentas que lhe ajudem tanto a otimizar os conteúdos bem como a facilitar respostas ou contato.

Enfim, agora que você já sabe tudo sobre inbound marketing, ainda ficou com alguma dúvida?

Comenta aqui embaixo para que eu possa lhe ajudar.

Até o próximo post!

(Visited 23 times, 1 visits today)

Tags: |

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja os 8 passos para começar a empreender hoje mesmo.

Veja o passo a passo para começar seu negócio agora mesmo!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Dan Reis
Dan Reis

Já trabalhei e estudei em diversas áreas, de química a tecnologia da informação, mas foi no fim de 2017 que me encontrei, descobri que o que eu gosto é empreendedorismo. Atuo desde então como empreendedor digital e minha vida mudou, mudou para melhor. Passei a fazer algo que gosto, ou melhor amo. Em 2019 percebi e me comprometi a compartilhar tudo o que eu aprendi (e ainda aprendo) para as pessoas que tem do mesmo desejo: Ser empreendedor.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.